apoio: apoio

LED Esquerda
Destaques:
  • Acabar com a epidemia do VIH: temos de pensar fora da caixa

  • Na abordagem ao VIH, como estamos no campo da vacinação e da cura?

  • Papel das inovações na qualidade de vida dos doentes: perspetivas em discussão

  • Conheça o peso das desigualdades sociais mundiais no combate ao VIH

  • Eficácia e segurança na mudança para TARV: o que dizem os estudos?

  • Será possível envelhecer de forma saudável com VIH?

  • O impacto da COVID-19 na abordagem preventiva e terapêutica do VIH

  • VIH e outras IST: estratégias de combate pela OMS

  • Investigação em novas terapêuticas na gravidez: da teoria à prática

LED Direita

ViiV

Consulte aqui informações adicionais

TARV

Estudo SAILING: follow-up de 10 anos reforça elevada barreira genética para resistência de dolutegravir

“Low level of virologic failure and resistance in ART-experienced, integrase inhibitor-naïve participants receiving dolutegravir (DTG) and Nucleoside Reverse Transcriptase Inhibitors (NRTIs) combined regimens: 10-year follow-up in the SAILING Study” foi o tema do poster apresentado pela Dr.ª Ruolan Wang, virologista clínica na ViiV Healthcare focada nos estudos de fase III com dolutegravir. O impacto da associação de dolutegravir com regimes contendo inibidores da transcriptase reversa na ocorrência de falência virológica foi o principal outcome avaliado.

Ver mais

Análise ao switch terapêutico para DTG/3TC em doentes com idades ≥50 anos: novos dados de eficácia e segurança

“Efficacy and safety of switching to Dolutegravir/Lamivudine (DTG/3TC) in treatment-experienced, virologically suppressed PLHIV aged ≥ 50years: pooled results from the TANGO and SALSA Studies” é o título do poster apresentado pela Dr.ª Sharon Walmsley, diretora de investigação clínica na Immunodeficiency Clinic, University Health Network (Canadá), no âmbito da AIDS 2022. Com o foco na população de doentes em idades mais avançadas, este trabalho demonstrou que o switch terapêutico para dolutegravir/lamivudina apresenta eficácia e segurança, mesmo na presença de comorbilidades e apesar da polifarmácia associada, sem implicar alterações metabólicas e na contagem de células CD4+.

Ver mais

Relação entre terapêutica antirretroviral e alterações metabólicas

No segundo dia da AIDS 2022, decorreu o simpósio “Metabolic consequences of new classes of ART” que contou com a participação de quatro especialistas para abordarem as alterações metabólicas resultantes da terapêutica antirretroviral no geral e em contextos específicos, tais como, mulheres em menopausa, populações trans sob terapêutica hormonal e pessoas idosas. Saiba quais foram as principais mensagens partilhadas por todos.

Ver mais
02ago
09:15 - 10:15
02ago
02ago
16:45 - 17:30

Newsletter

Receba em primeira mão todas as notícias

TODOS OS CONTEÚDOS SÃO DA EXCLUSIVA RESPONSABILIDADE DA NEWS FARMA.